Netflix – Reinvenção constante. Do DVD ao Oscar

Escrito por Guilherme

26 de fevereiro de 2020

Acredito que muitas pessoas estão aproveitando o carnaval para descansar e assistir uma boa série ou filme. É muito maluco pensar que hoje basta um clique no controle remoto para acessar uma biblioteca gigante de opções. Pouco tempo atrás seria necessário ir até uma locadora pegar um dvd ou blu ray.  

Como a Netflix conseguiu conquistar nossos corações e sofás? 

A Netflix, pioneira na distribuição de entretenimento via streaming, foi fundada por Reed Hastings e Marc Randolph em 1997, inicialmente com o nome de Kibble. Surgiu como um serviço de locações e vendas de DVDs solicitados pelo site e entregues pelo correio. Os anos passaram, e a evolução da banda larga tornou a Internet mais rápida possibilitando a transmissão de conteúdo on-line de qualidade. Com olhar direcionado ao cliente, a empresa logo percebeu que migrar do modelo de serviços físico para o digital traria mais comodidade e conveniência aos assinantes. O serviço de streaming da Netflix foi lançado em 2007. Para suportar os custos de desenvolvimento e equilibrar as contas, mantiveram os dois modelos de negócio (físico e digital) simultaneamente, conduzidos por divisões distintas dentro da empresa. A tática foi duramente criticada por analistas de mercado, que diziam que a empresa praticava canibalismo corporativo ao concorrer consigo mesma. Entretanto, este foi o “pulo do gato” da Netflix, pois permitiu uma suave transição de mercado em direção ao streaming – que apesar de claramente indicar o futuro do negócio tinha menor margem de lucro. Cinco anos depois, ao divulgar balanço, a Netflix comprovou o sucesso da sua estratégia: perdiam 400 mil assinantes da mídia física por trimestre, enquanto ganhavam 2 milhões na plataforma de streaming no mesmo período. Nesta época, em 2012, a empresa já marcava presença em 40 países, com 33 milhões de assinantes na plataforma digital. 

Curiosidade: A Netflix ainda possui o serviço de aluguel de DVDs nos EUA. 

Com cerca de 3 milhões de assinantes do serviço de aluguel o serviço de entrega de DVDS e Blurays ainda funciona de acordo com matéria divulgada em 2018 na revista Variety. 190 mil assinantes abandonam o serviço a cada 04 meses, o que dá a estimativa de que a divisão de DVDs da Netflix chegará ao fim no ano de 2022. 

Eu sei o que vocês assistiram no verão passado

  Conhecer em profundidade os hábitos e preferências de seu público é uma estratégia da Netflix para reter clientes, mesmo com a entrada de diversos concorrentes no mercado. Assim que lançou sua plataforma de streaming, a Netflix passou a ouvir seus clientes, organizando grupos focais na sede da empresa e em agências de comunicação espalhadas pelos EUA. Seu objetivo era descobrir preferências e entender o que estava em evidência. A Netflix passou a analisar e categorizar cuidadosamente todos os filmes e programas de TV imagináveis, formando um banco de dados sobre entretenimento sem precedentes.  Com esta base, criou mais de 76 mil micro-gêneros para classificar seus títulos, tornando-os específicos e atraentes. Assim surgiram as recomendações da plataforma para:

  • Filmes aclamados pelo público
  • Documentários emocionantes sobre a luta contra o sistema
  • Comédias dramáticas irreverentes

Este trabalho tem se mostrado eficiente na atração e fidelização de clientes, pois facilita encontrar na plataforma algo que agrade. Com estas informações, a Netflix agrupa seus assinantes em categorias, e investiga o que deve recomendar para cada grupo em sua plataforma, e até em que posição as recomendações aparecerão. A Netflix possui um time de 40 pessoas espalhadas ao redor do mundo, os “taggers”, que são pagos para assistir e marcar todos os títulos com metadados

Faça você mesmo

A estratégia baseada em dados permitiu à Netflix investir minimizando os riscos, apostando em conteúdos desejados pelo público. Porém, o alto custo de licenciamento dos títulos (que aumentou cerca de 700% entre 2011 e 2012) espremia a lucratividade. A saída? Investir em conteúdos originais. Claro que produzir uma série ou filme tem altíssimo custo, mas quanto mais material próprio a Netflix produz, menor a necessidade de terceiros e, consequentemente, o poder de barganha deles. Assim, em 2013, a empresa lançou seus primeiros títulos originais, dentre eles “House of Cards”, “Hemlock Grove”, “Arrested Development” e “Orange is the New Black” – criados com base nos dados de preferências e interesses de seu público.À medida que a competição por assinaturas de streaming começou a esquentar, com o fortalecimento de concorrentes como o Hulu, a Amazon Prime Vídeos e a HBO Go, as empresas de mídia começam a retirar seus catálogos da Netflix ou cobrar mais pelas licenças, levando a empresa a investir cada vez mais em produções originais. Em 2018 que 85% dos novos investimentos da NETFLIX foram direcionados para projetos originais.  

Curiosidade: Em 2017, a empresa conquistou seu primeiro Oscar, com “Os Capacetes Brancos”, na categoria Melhor Documentário Curta-Metragem. 

Em 2019, o longa-metragem Roma recebeu 09 indicações ao Oscar, vencendo em três categorias: melhor filme estrangeiro, melhor diretor e melhor fotografia.   Em 2020, os títulos “O Irlandês” e “Histórias de um Casamento concorreram ao Óscar de melhor filme; Klaus foi indicado como melhor animação; e o brasileiro “Democracia em Vertigem” concorreu na categoria melhor de melhor documentário – entre outros destaques.

Números da gigante:

  A Netflix divulgou em 2019 relatório financeiro do terceiro trimestre de 2018, onde a empresa obteve 6,96 milhões de novos assinantes. A empresa possui mais de 130 milhões de assinantes espalhados pelo mundo, garantindo uma receita trimestral de US$ 3,9 bilhões. Só em 2019, a empresa investiu US$ 6,9 bilhões em produções, mas recebeu de volta US$ 11,3 bilhões em receita.

Stay Up to Date With The Latest News & Updates

Access Premium Content

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque

Join Our Newsletter

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque

Follow Us

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque

Artigos Relacionados

Mais sobre a Tração

Mais sobre a Tração

Tudo que você nunca quis saber mas a gente faz questão de explicar  🤣😂 Que dores resolvemos?   Validação de produtos inovadores Chocamos o produto com a realidade para validar se ele resolve um problema real de mercado.  Iteramos o produto para atender a demanda...

Superlogica – Novo cliente Tração Squad

Superlogica – Novo cliente Tração Squad

  Vamos atuar no PJBank (https://pjbank.com.br/)- uma fintech que disponibiliza serviços financeiros digitais com a proposta de oferecer agilidade e simplicidade nos processos do dia a dia por meio da integração da conta digital ao software de gestão. Dentro...